segunda-feira, 25 de outubro de 2010

O inexplicável exite!!!?

"O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.O amor nunca falha; ...” 1 Co 13: 4-8


Hoje li a história de uma garota cega que se odiava pelo fato de ser cega. Ela também odiava a todos, exceto seu namorado. Um dia ela disse que se pudesse ver o mundo ela se casaria com seu namorado. Em um dia de sorte, alguém doou um par de olhos a ela. Então, o seu namorado perguntou a ela: “Agora que você pode ver, você se casa comigo?” A garota estava chocada quando viu que seu namorado era cego. Ela disse: “Eu sinto muito, mas não posso me casar com você porque você é cego.” O namorado afastando-se dela em lágrimas, disse: “Por favor, apenas cuide bem dos meus olhos, eles eram muito importantes para mim...” . Fiquei pensando o tanto que alguém pode agir tão malevolamente. Como pode alguém ser tão amada e não amar com a mesma intensidade? Não compreendo isso. Lamento tremendamente que alguém ame tanto e não seja correspondido. Confesso que tenho uma pergunta que pretendo pesquisar muito para achar resposta: “por quê quem é amado não ama a quem lhe ama com a mesma intensidade ou pelo menos ame um pouco mais e lhe dedique o mínimo de respeito?”  Espero encontrar resposta na Bíblia, teologia, psicologia, sociologia ou na antropologia para esta minha grande questão que surgiu a partir da visualização da realidade de relacionametos que tenho presenciado. Será que tem resposta? Será que encontro? Vou tentar. Aceito sugestão.

Sem comentários:

Enviar um comentário