sexta-feira, 21 de julho de 2017

Melhor dar do que receber

“Tenho-vos mostrado em tudo que, trabalhando assim, é mister socorrer os necessitados e recordar as palavras do próprio Senhor Jesus: Mais bem-aventurado é dar que receber.” (Atos 20.35.)


O apóstolo Paulo escrevendo aos novos discípulos da cidade e região de Mileto, uma antiga cidade da Ásia Menor; que hoje é Aydin, uma província da Turquiadisse que é melhor dar do que receber. Concordo inteiramente. Ficamos felizes quando recebemos um presente, por menor que seja, é verdade. Porém, ficamos infinitamente mais felizes quando o damos. Interessante que quanto maior for o presente dado maior a nossa alegria. Ver o sorriso gostoso de quem recebe nos dá uma satisfação indizível. O Evangelismo de Rua, que fazemos no Centro de Campinas (Igreja Metodista do São Bernardo e Igreja Metodista do Campos Elíseos) é prova inconteste dessa verdade. Podemos confirmar através da foto acima, onde  eu estou sentada e as irmãs que cozinharam em pé, ao lado e atrás de mim. Estamos todas sorrindo, não para a foto, superficialmente, mas de coração sincero. Quem tirou a foto, também estava super feliz, a Luciana. A Andréia (Déia), que está com a panela na mão, porque acabou de lavá-la, está secando-a, feliz da vida. Podemos ver o seu sorriso aberto, sincero. Na foto, estão apenas quem cozinhou e quem está fazendo as marmitas. Uma comida feita com tanto carinho e amor, de primeira qualidade: arroz, feijão, batata sauté (imitação) e linguiça toscana com cenoura. Mais irmãs e irmãos chegariam depois, para sairmos em missão, levar o pão e o Evangelho, que é poder de Deus para salvar o que crê; na total dependência do Espírito Santo. Centenas de pessoas, incluindo mulheres e crianças, receberam o que lhes foi dado, com muita alegria e gratidão. Por tão necessária obra cristã agradecemos ao Eterno e pedimos a sua benção. Ajuda, Senhor.

Foto: Luciana   

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Onde está a alegria hoje?


Há um cântico; o qual conheço muito, inclusive o seu autor, Antonio Claudio, ambos excelentes, que diz: A alegria está no coração de quem já conhece a Jesus. A verdadeira paz, só tem aquele, que já conhece a Jesus. A expressão, no rosto das mulheres cristãs da foto, comprova a teoria em verso. Porém, penso que não está no coração de quem é religioso cristão, mas de quem serve ao Senhor, servindo outro, de coração. Essa foto é do Evangelismo de Rua das igrejas Metodista do São Bernardo e do Campos Elíseos, no dia 17 de julho de 2017. Obrigada, Senhor!!!

Foto: Desconheço a autoria.

Violência humana!!!





A Bíblia diz: “Quando os justos governam, alegra-se o povo; mas quando o ímpio domina, o povo geme.” (Provérbios 29:2). Parece-me que o Brasil está vivendo isso nos últimos dias. Como brasileiros já não suportamos mais tanto desmando, injustiça e corrupção. Lembro-me, da nossa alegria, quando finalmente as eleições diretas foram restabelecidas no Brasil, em 1989. Porém, nossas esperanças foram frustradas ultimamente; o que não significa a não querência delas. Sim, queremos. Queremos ainda que um povo bom, sincero, honesto, se envolva na política e rejeite veementemente o sistema corrupto que aí está. A política precisa mudar; ser palco de gente honesta, qualificada, generosa, não o contrário, como está hoje. Sabemos que Deus criou o mundo e o entregou aos homens, para que o explorasse, como sinal do seu amor, a terra, o mar, o céu. Mas, por causa do pecado se instalaram a fome e a guerra. Os homens se esqueceram de Deus. Com bombas quase destruíram, destroem, ou destruirão a terra. Parece que tudo é pranto, que nada sobra ou sobrará. Como reagir a tudo isso? Com fé, esperança e amor, mais ainda amor; crendo que Deus é bom e suas misericórdias se renovam a cada manhã (Lamentações 3.22). Confiando em Deus, no seu amor, podemos ter esperança em um mundo melhor, apesar de tudo. Com toda a minha alma oro para Deus agir em nós, entre nós, apesar de nós, no nosso país amado. Que se levante uma nova liderança política, sem os vícios deformantes que tem vigorado até hoje. Ajuda Senhor!!!

 Texto publicado no Jornal de Assis, dia 19.07.2017
 Obrigada, Senhor!!!

Foto: Desconheço a autoria.

quarta-feira, 12 de julho de 2017

O valor da sinceridade!!!



A sinceridade é uma virtude preciosa. Penso que hoje em dia é uma raridade. Não são muitas as pessoas que a prezam. Reconheço que a sinceridade às vezes fere. Porém, um relacionamento humano não pode estar embasado em mentiras, lisonjas, bajulação. Não penso que devamos sair por aí expressando nosso pensamento de qualquer jeito, ao contrário, devemos ser sábios, dizer de forma correta, porém, com amenidade, compreensão, para ferir menos, na hora certa, no momento certo, se for necessário. Não é possível haver afinidade, cumplicidade entre as partes se ambos não usarem de sinceridade. A sinceridade comprova nossa lisura de caráter. Não devemos usar de engano, hipocrisia ou fingimento; devemos ter probidade na intenção e no falar. É muito triste quando comprovamos a não sinceridade entre os cristãos. Isso é pecado. Sei que temos diferenças de pensamentos, porém, nossos pensamentos estão debaixo do sacrifício de Cristo por nós. Nosso coração deve ser puro para com nossos semelhantes. Devemos amar, respeitar, sinceramente, a todos. Caminhar em sinceridade é garantia de paz no coração, de bem estar. Dormimos e vivemos tranquilos, quando não mentimos, quando somos francos. Sei que muitas pessoas são grosseiras no uso de sua franqueza. Isto deve ser banido da nossa comunicação, toda ela deve ser feita com domínio próprio, brandura e amor. O escritor sábio diz: “A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira.” (Provérbios 15.1). A nossa palavra sincera deve ser sempre branda, agradável como um doce. Sei que às vezes é difícil, mas se pedirmos, o Espírito Santo ajuda. A doçura deve estar presente em todos os nossos atos, inclusive na nossa sinceridade, em nossos relacionamentos, na nossa comunicação humana. Posso falar uma mesma coisa de forma gentil, de tal modo que não fira, mas ensine, ajude a melhorar. A verdade é que a sinceridade é urgente entre nós. Deus promete bênçãos aos que são sinceros: "Ele reserva a verdadeira sabedoria para os retos. Escudo é para os que caminham na sinceridade"( Provérbios 2. 7). Também, é comum hoje em dia o uso de máscaras, isso é falta de amor próprio e de sinceridade para consigo mesmo. William Shakespeare disse: "Os homens deviam ser o que parecem ou, pelo menos, não parecerem o que não são."  A hipocrisia com a falta de sinceridade andam de mãos dadas, lamentavelmente. Com minha alma eu oro para não ser assim entre nós. Clamo ao Espírito Santo para nos ajudar e fazer com que a sinceridade flua como um rio em toda relação humana, para a melhoria da vida. Ajuda Senhor!!!

Texto publicado hoje, 12 de julho de 2017, no Jornal de Assis.
Obrigada, Senhor!!!

Foto: Pesquisa Google.

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Passado, presente, futuro, eternidade!!!



Há dias de dificuldades em nossa vida quando chegamos a pensar em desistir de tudo. Ficamos sem forças, desanimados, tristes, cansados. Tem um cântico cristão antigo da Banda Kadoshi que expressa bem esta realidade, diz: “Há momentos que, na vida, pensamos em olhar atrás, É preciso pedir ajuda para poder continuar.  E clamamos o nome de Jesus (2x) E clamamos o nome, o nome de Jesus, Ele nos ajuda a carregar a cruz.” O profeta Jeremias passou por momentos assim, chegou a dizer que não tinha mais esperança alguma. Após muito lamentar concluiu que as misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, se renovam a cada amanhã. Que grande benção. Ele trouxe à sua memória, como queria, algo que lhe desse a esperança. Lembramo-nos do nosso passado com alegria, vendo o que Deus nos concedeu lá atrás; nos momentos piores de nossas vidas, tivemos o apoio o socorro de Deus. Ele não se ausentou de por um momento. Estas lembranças nos dão a certeza da graça do Eterno em todo o tempo. Aquele que nos ajudou no passado é quem nos ajuda no presente, nos ajudará no futuro e com quem estaremos na eternidade. Essa deve ser a nossa confiança. Os cristãos creem assim, porém, às vezes, nos esquecemos da nossa fé, caminhamos pelas nossas emoções que nos esmagam. Temos que dominá-las, não elas a nós. Não é fácil, mas é possível. Nas horas de tristeza e dor devemos lembrar que o Senhor é o nosso pastor, caminha conosco, nos cura, sara nossas feridas, pois “as misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; Novas são cada manhã; grande é a tua fidelidade.” (Lamentações 3:22-23). Devemos submeter nossa alma e espírito a Deus. Para isso temos que ter uma vida espiritual madura, embasada na Palavra de Deus, a Bíblia, na oração, no jejum, na comunhão com outros irmãos, na comunhão com a Igreja, o Corpo de Cristo na terra. Que a certeza do profeta Jeremias seja a nossa certeza, é a minha oração. Ajuda, Senhor!!! 

"O tempo é muito lento para os que esperam, muito rápido para os que têm medo, muito longo para os que lamentam, muito curto para os que festejam. Mas, para os que amam, o tempo é eternidade". Willian Shakespeare. 

Texto publicado no Jornal de Assis, dia 05 de julho de 2017.
Obrigada, Senhor!!! 

Foto: Pesquisa Google.