quarta-feira, 17 de abril de 2019

O mundo não é fácil





Nicolas Sparks, um escritor norte-americano, disse: “A verdade é que o mundo não é fácil pra ninguém. Nunca foi e nunca será.” Concordo plenamente com essa afirmativa. Fazendo uma retrospectiva posso ver claramente o sofrimento, as dificuldades presentes em minha vida, na vida de meus irmãos, especialmente na vida de nossa mãe. Não estou reclamando, em hipótese alguma, condeno veementemente a autocomiseração, estou apenas reconhecendo essa verdade na vida de minha família. Olhando, ao meu redor, tendo conhecimento da vida de muitas pessoas, vejo também a confirmação da tese. Um pouco mais além, sabendo das notícias do país e do mundo, posso claramente testificar que o mundo não é fácil para ninguém. Talvez alguém pense que o mundo seja fácil para os ricos. Pode ser que o dinheiro traga facilidades, porém, junto vem dificuldades também. Fiquei pensando nisso, uma vez que fui à casa de uma amiga muito rica e vi que ela tem enormes guarda-roupas, que mantêm trancados, e leva as chaves deles em sua bolsa para a empresa, quando vai trabalhar. Imagina isso. Ter que ter o cuidado da chave do seu guarda-roupa. Eu não consigo cuidar direito nem da chave do carro. Lamentável. Lembro-me também de outra pessoa que fazia compras grandes no tempo da inflação e mantinha a porta da despensa trancada. Essas coisas simplesmente não são para mim. Prefiro mil vezes ter pouca roupa e pouca comida do que ter medo de ser roubada. O grande cientista Albert Einstein disse que "o mundo é um lugar perigoso de se viver...” Concordo também. Temos que enfrentar as tempestades do mundo natural e as tempestades humanas, causadas pela maldade do homem. Diante dessa verdade inquestionável, será que só nos resta o suicídio? Claro que não. Precisamos simplesmente de mais amor, ousadia, coragem, persistência, para a vida. Fácil não é, porém, não temos como sair do mundo a hora que quisermos. Temos que viver e cooperar com a vida neste ambiente às vezes insano. Precisamos muito da graça de Deus, do seu amor e poder. Com Deus, o mundo, a vida já é difícil; sem ele, é insuportável. Para não desanimarmos temos o consolo do apóstolo Paulo: “Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.” (Romanos 8:37). Sim, passamos e passaremos por muitas dificuldades, mas Deus nos dá e dará a vitória. Por isso eu oro. Ajuda, Senhor!!!


Texto publicado no Jornal de Assis, Assis, SP, hoje (17.04.2019.
Obrigada, Senhor!!!

Foto: Pesquisa Google

quarta-feira, 10 de abril de 2019

Um buraco na alma!!!


Resultado de imagem para buraco escuro

Não raro, sentimos que falta algo em nossa vida, há um buraco a ser preenchido. Alguns buscam nas drogas, lícitas e ilícitas, recurso para preencher tal vazio. É inútil. Alguns pedem atenção com doenças, tornam-se até hipocondríacos, buscando meios para se sentirem notados, pois imaginam que assim preencherão o vácuo. Tantas outras estratégias são feitas e nada muda. A alma chora e ninguém escuta. O salmista sabia bem o que era isso e soube também em quem buscar auxílio dizendo: “A minha alma anseia pelo Senhor, mais do que os guardas pela manhã, mais do que aqueles que guardam pela manhã.” (Salmos 130:6). Quem sabe, ele como nós, chegamos a buscar em tantas coisas e lugares, o suprimento do vazio de nossa alma. Buscamos em amores, diversos, que foram perdidos, buscamos de diversas formas, diversas maneiras e nada. Nada e ninguém é capaz de preencher o vazio de nossa alma. Tenho uma querida amiga que por esses dias tentou o suicídio por ter sido abandonada por seu companheiro. Infelizmente, pouco ou nada pude fazer por ela, pois mora longe de mim. A dor do vazio da solidão, do abandono, era tão forte, que a morte seria melhor. Eu a compreendo perfeitamente. Penso que nessas e em tantas outras horas de sofrimento, só mesmo a graça de Deus pode nos ajudar, e como o salmista, devemos clamar por ajuda do Altíssimo. Ele nos ouve, nos assiste, com as doces consolações do Espírito Santo. Promove recursos naturais e sobrenaturais para preencher o vazio da alma. Tem sido assim comigo, gostaria que todos experimentassem o recurso da presença de Deus, preenchendo o vazio de nossa alma. Só Ele pode fazer isso, em todo o tempo. Por isso eu oro. AJUDA SENHOR!!!

Texto publicado hoje, no Jornal de Assis, Assis, SP.
Obrigada, Senhor!!!

Foto: Pesquisa Google.

sábado, 6 de abril de 2019

Ah!!! As relações humanas!!!




Sempre vejo como é difícil o relacionamento humano. A começar em casa, na família, entre os irmãos. Há algumas famílias, que raramente há conflitos, mas não é o tema de hoje. Hoje, quero falar dos relacionamentos humanos conflituosos. Coisa um tanto comum. Já ouvi dizer de irmãos que não se falam. Na frente de muitos, são até capazes de manter as aparências, mas na intimidade não se dão as mãos. Marido e mulher é outro caso. A relação que deveria ser de amor e respeito muitas vezes é recheada de ódio, raiva, mágoa. As promessas do altar foram esquecidas, não cumpridas. No serviço, na escola, na vizinhança, nem sempre há paz e harmonia, tão necessárias para um bem viver. Lamento profundamente essa triste realidade. O apóstolo Paulo, falando aos cristãos de Roma disse: “Se for possível, quanto estiver em vós, tende paz com todos os homens.” (Romanos 12:18). Na carta aos Hebreus também consta: “Segui a paz com todos ...”  (Hebreus 12.14). Ter paz com todos e todas é talvez nosso maior desafio. No mundo que vivemos cada um deve lutar pelo seu bem estar, pouco se importando com o bem estar do outro. Porém, vivemos em família, em sociedade, e quanto menos paz com outros tivermos, mais seremos solitários. A solidão é mãe da depressão. Não é possível vivermos separados, desunidos, sem nos relacionarmos bem com nossos familiares, colegas de escola, de serviço, vizinhos e vizinhas. Precisamos nos esforçar, o máximo que pudermos para amarmos e respeitarmos a todos e todas de nossa convivência. Precisamos ser humildes, coisa que raramente conseguimos. Precisamos abrir mão de nossas verdades, coisa mais rara ainda. Mas, precisamos, caso queiramos seguir o bom conselho do Apóstolo Paulo, para termos uma convivência melhor com aqueles que estão à nossa volta. Sei que o Espírito Santo pode nos ajudar nessa tarefa. Por isso eu oro: Ajuda, Senhor!!!

Texto publicado no Jornal de Assis; Assis - SP, no dia 03 de abril de 2019.
Obrigada, Senhor!!!

Foto: pesquisa Google

domingo, 31 de março de 2019

Uma iguaria!!!

"E a terra dará o seu fruto, e comereis a fartar, e nela habitareis seguros." Levíticos 25.19.

Taioba com abacate

Há cerca de cinco anos apenas, tive o privilégio de conhecer a taioba, uma PANC (planta alimentícia não convencional), na casa do querido irmão Alcídio, em Cândido Mota. Tive a alegria de reencontrá-la aqui em Guarantã, SP, para onde me mudei no início do ano (2019), na casa da querida irmã Antônia. A taioba também é conhecida por orelha-de-elefante, macabo, mangará, mangará-mirim, mangareto, mangarito, taiova, taiá ou yautia, é uma espécie da família das Araceae, originária da América Central. "Uma porção de taioba, contendo aproximadamente 100 gramas da folha crua, supre as necessidades diárias de vitamina A para adultos, que é de 0,9 miligrama para homens e 0,7 miligrama para mulheres. Além disso, é repleta de outros nutrientes importantes", sendo muito útil  para diversas áreas da nossa saúde (https://www.mundoboaforma.com.br/8-beneficios-da-taioba-propriedades-receitas-e-como-fazer/). Pois bem, dias atrás, a Dona Antônia trouxe algumas folhas de taioba para mim. Fiz refogada e acrescentei alguns pedaços de abacate maduro à ela, numa espécie de guacamole. Ficou simplesmente incrível. O sabor inigualável. Uma iguaria!!! Comi com arroz e pasmem, com mamão verde refogado. São essas descobertas que alegram nosso coração. Afinal, encontrar encontrar alimento e saúde em umas folhas gratuitamente é graça de Deus, amor de irmãos, riqueza inestimável!!! OBRIGADA, SENHOR!!!

Foto: Maria de Lourdes Barbosa.