quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

No frescor da manhã

"Aparecem as flores na terra, o tempo de cantar chega, e a voz da rola ouve-se em nossa terra." Cânticos 2:12.



Outro dia, no frescor da manhã, sai para contemplar o amanhecer. Vi uma pequena flor amarela que nasceu em um vaso abandonado no meio das plantas do nosso jardinzinho. Eu não a plantei, chegou sem ser convidada, mas nasceu, cresceu, floresceu e brilhou. É bela na sua simplicidade e cor. Dei as boas vindas a ela. Tirei os matos que estavam à sua volta, coloquei o vaso em outro local, onde fosse melhor  vista e pudesse ser contemplada como merecia. Fiquei imaginando que assim são com as pessoas, chegam em nossa vida e dão cor e graça ao nosso jardim existencial. Por essas pessoas agradeço ao Eterno. Obrigada, Senhor!

4 comentários:

  1. Paz pastora Railda linda essa florzinha,gosto da cor amarela.
    Deixo meu carinho.
    http://reginaladydapaz.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Regina, graça e paz. Obrigada. Talvez o que me encantou foi o amarelo forte em meio ao verde. Receba meu carinho tb. Abração.

      Eliminar
  2. Que bonito isso, também gosto de prestar atenção nos pequenos detalhes, sempre me alegro com esses presentes de Deus! Bjossss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Wilma. Gostei muito do seu blog tb. Abraço.

      Eliminar