sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

O QUE PODE IMPEDIR A ORAÇÃO DE SER ATENDIDA!

 


EGOISMO (Tg 4:3)

FALTA DE FÉ (Tg 1:6)

PECADO OCULTO (Sl 66:18; Pv. 28: 13).

VIDA EM PECADOS (Pv 28: 13)

DESARMONIA CONJUGAL (1º Pe 3:7)

DESATENÇÃO AOS POBRES (Pv.21: 13)

FALTA A SINTONIA COM A VONTADE DE DEUS (1ºJo.5:13-15)

http://www.pastorairtonbenedini.com.br/

domingo, 23 de janeiro de 2011

Restauração dos Apóstolos!!!

"Cuide das minhas ovelhas" João 21. 17


Ivo Prado
 
No evangelho de João capítulo 21 temos:-"Jesus e a Pesca Maravilhosa" e "Jesus Restaura a Pedro". Numa leitura bem atenta, podemos notar: Pedro e os demais discípulos estavam desanimados e tristes após a morte de Jesus, mesmo sabendo da sua ressurreição. Voltam para suas atividades antigas que era a pesca, mas nem nisso tiveram sucesso. Voltavam a viver uma vida medíocre.

Mas, o encontro com o Mestre muda radicalmente tudo:

1. Jesus transforma a frustrada pescaria em abundância de peixes.
2. Os discípulos passam a cooperar entre si quando todos arrastam a rede para a praia.
Os peixes são de todos, por isso nenhum é perdido.
3. Jesus alimentando os discípulos com pão e peixe mostra-nos sua preocupação com as nossas necessidades. (Filipenses 4.19)
4. Jesus dá-nos o exemplo servindo os discípulos. Ele que tinha todo o poder nos céus e na terra.
5.Quem ama confronta. Jesus se dirige a Pedro confrontando-o. Muitas vezes tememos confrontar as pessoas. O amor gera em nós a obrigação de conduzir nossos queridos ao caminho correto. Isso acontece quando Jesus se dirige a Pedro lhe perguntando por três vezes a respeito de seu amor ao Mestre. Por três vezes Pedro havia negado o Mestre antes de sua morte. Mesmo após a ressurreição não tivera um momento de conversa com Jesus. Havia um grande peso em sua vida. Vemos Jesus no texto tomando a iniciativa e fazendo Pedro reviver o momento em que por três vezes o havia negado. O que significa hoje essa restauração? Pedro foi restaurado. Junto com Pedro os demais discípulos também o foram, pois todos também estavam sentindo o peso da covardia por terem fugido nas horas de agonia do Senhor Jesus.
6. Nosso relacionamento com Jesus deve ser de amor.
7. Jesus comissiona a Pedro, e por consequência aos demais, quando diz: 15B- "Cuide dos meus cordeiros" (líder de um grupo de pequenos cordeiros) - 16B - "Pastoreie as minhas ovelhas "(pastor de um grupo de ovelhas aptas a gerarem) - 17 B "Cuide das minhas ovelhas" (carinho do pastor no trato de um grupo maior de ovelhas adultas). Sendo sinceros, sendo transparentes, quantas vezes nós precisamos de aconselhamento, de palavras de ânimo que nos tragam de volta à alegria das boas pescarias. E pescaria de rede é melhor ainda pois necessita da força e cooperação de todo o grupo. E pescaria sob a Palavra do Senhor é muitíssimo melhor, pois as redes vêm cheias, sem romper-se e sem a perda dos bons peixes.

Ajudando a recolher a rede,

Ivo Prado.

Obs.  Comentários baseados em leitura na versão NT. da NVI, Evangelho de João 21. 1 a 17.

sábado, 22 de janeiro de 2011

Carta do Pr. Márcio Ramos, pai do Heldai.


COLEGA REVDA RAILDA!

Graça e paz!

“Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis os seus caminhos! Por que quem compreendeu a mente do Senhor? ou quem foi seu conselheiro? Ou quem lhe deu primeiro a ele, para que lhe seja recompensado? Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém.” Romanos 11:33-36.

As orações, o apoio e o carinho de vocês estão sendo de grande importância nessas horas difíceis que enfrentamos. O nosso filho Heldai (Que no hebraico Significa sonho duradouro – Estará eternamente em nossos corações e com o Senhor Deus na glória) de apenas 12 anos, era um menino cheio de sonhos, cristão honesto e convicto, servo, carinhoso, amigo e companheiro. No ano de 2010 nossa igreja Metodista em Vila Virgínia realizou vários eventos em que ele participou de quase todos por ser apaixonado pelo Senhor Jesus e por gostar de servir a Deus. Era um apaixonado pelo PROJETO MISSIONÁRIO UMA SEMANA PARA JESUS o qual participou nos últimos dois anos dando apoio as irmãs da EBF.

Meu filho faleceu na madrugada do dia 12 de janeiro com os demais familiares (06) nossos que também foram soterrados, que mesmos estando em um lugar até então seguro, sem encostas e morros em volta; que eu e minha esposa e filha costumávamos também ficar lá nas férias. Seu corpo; dos tios (Padrinhos e Metodistas de Nova Friburgo-RJ) e primo foram achados sexta-feira à tarde. Não houve sepultamento com a presença dos familiares no sábado; os caixões estiveram lacrados e não nos deixaram sequer vê-los e foram colocados nos túmulos dos nossos familiares lá mesmo em Nova Friburgo- RJ.

O que houve em Nova Friburgo-RJ além das fortes chuvas; foram tremores de terra que também resultaram em deslocamentos de relevos, não respeitando as matas ciliares nativas (Eu estava lá e ouvi!). Diante dessa tragédia em que além do Heldai, perdemos mais 06 outros membros da família, nunca deixamos de crer na soberania e nos desígnios de Deus. Ele resolveu levar o Heldai para si. Por ele ser amigo do Pai e da Mãe, mesmo tendo o senso bíblico-teológico da eternidade de Deus, a saudade, a falta e ausência ainda é muito forte dentro de nós.

Além do acompanhamento incondicional do Bispo Adonias que esteve em Nova Friburgo-RJ em todo tempo no local da tragédia; do Bispo Paulo Lockmam; do apoio das nossas igrejas Metodistas em Catalão-GO e Vila Virgínia no envio de irmãos até o local, e principalmente das orações dos colegas pastores e as demais igrejas da Quinta Região que foram fundamentais; não sei o que seria de nós.

Chegamos terça-feira em Ribeirão Preto- SP. Estamos sendo acompanhados por profissionais da área médica, pelo Bispo Adonias e pelo carinho dos irmãos da nossa igreja local. Nossas vidas jamais serão mais as mesmas; mas a graça de Deus com seu amor e as orações de vocês nos ajudarão à prosseguir, a caminhar e a nos refazer como família.

Muito obrigado por tudo!

Em Cristo Jesus!

Reverendo Márcio Ramos da Silva

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Multidão da vida!!!

“... Jovem, eu te mando: levanta-te! Sentou-se o que estivera morto e passou a falar; e Jesus o restituiu a sua mãe.” Lucas 7. 14b a 15.




O Evangelho de Lucas, capítulo 7, versículos de 11 a 17, narra a história da ressurreição do filho da viúva de Naim. Este texto é simplesmente fantástico. Jesus com uma numerosa multidão entra na cidade de Naim e encontra uma outra grande multidão que ia enterrar o filho único de uma viúva. Vendo-a, o Senhor se compadeceu dela e lhe disse: Não chores! (v. 13). Como não chorar se o filho único estava morto e ela era viúva? Aquela mulher, sem nome, para nós, estava enterrando o seu único filho. Já era viúva, já não tinha quem a amparasse, agora perdia o seu bem mais precioso, não choraria? Penso que ela conjecturou mais ou menos nesta linha de raciocínio quando Jesus falou-lhe para não chorar. Mas a surpresa estava reservada a ela. Jesus tocou o esquife e, parando os que o conduziam, disse: Jovem, eu te mando: levanta-te! Sentou-se o que estivera morto e passou a falar; e Jesus o restituiu a sua mãe (vs. 13 e 14). Agora sim ela não precisaria chorar mais, o seu filho que estivera morto estava vivo. A alegria foi restituída à viúva. A multidão da vida encontrou a multidão da morte e transformou a morte em vida. Não havia mais multidão da morte, apenas multidão da vida. Deus, em Jesus Cristo de Nazaré visitou o mundo. Jesus mudou e muda as circunstâncias. O compromisso de Jesus é sempre com a vida. Nele a morte foi destruída para sempre. Na cruz ele consumou sua obra redentora para nós. A Ele nossa gratidão eterna.



quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

A comunicação é uma dádiva!!!

"Estava Jesus expelindo um demônio que era mudo. E aconteceu que, ao sair o demônio, o mudo passou a falar." Lucas 11. 14


Comunicar-se por meio da linguagem oral é uma grande bênção. É o ouvir e o falar que se complementam caracterizando a comunicação efetiva. Passei a refletir sobre esse ato ao ouvir uma ministração da pastora Railda Marinho, baseada no livro de Lucas, capítulo 11, versículo 14: ...Estava Jesus expelindo um demônio que era mudo. E aconteceu que, ao sair o demônio, o mudo passou a falar... (Bíblia Sagrada). Parece tão óbvio, mas descobri que preciso melhorar muito minha comunicação, e que em algumas situações sou péssima comunicadora, embora, em muitas situações seja ótima ouvinte. Mas apenas ouço. Formulo minhas opiniões, idéias e colaborações para que aconteça o diálogo, mas me calo. Por timidez ou receio de que minhas idéias provoquem atrito. É claro que não é sempre assim. Mas, se existe a possibilidade, quero melhorar. Concluí que, se ouço bem, preciso falar bem. É minha obrigação como ouvinte e participante do ato da comunicação. Meu interlocutor precisa ouvir minhas palavras. Mesmo em situações em que participem vários ouvintes. Se existe a oportunidade não posso me calar. Se o ato comunicativo envolve no mínimo dois interlocutores, esses devem inter-relacionar-se. É preciso saber ouvir. É preciso saber falar. É preciso ouvir. É preciso falar. Reflita: até quem não ouve tem a capacidade fisiológica da fala, embora não fale por não poder ouvir. Mas aquele que ouve desenvolve a fala naturalmente. É uma troca. Se ouço, devo falar. A comunicação se realiza na conversação dos interlocutores. A fala é uma exclusividade única do ser humano. Tomei consciência da dádiva do Criador. Eu Posso falar. Eu devo falar. Seja para a justiça, seja para o louvor. E nessa última sou mais falha ainda, porque clamo pela justiça em toda e qualquer situação, E nessa última sou mais falha ainda, porque clamo pela justiça em toda e qualquer situação, mas pouco manifesto do louvor e da graça de Deus às pessoas, dependendo do lugar e da ocasião, passando por mal educada, inclusive, para quem não me conhece. Posso fazer os dois, sem qualquer problema. Devo manifestar-me. É mais uma aprendizagem à qual me submeto.

"Porque Dele, e por Ele, e para Ele são todas as coisas." (Rm 11.36)

JECELI APARECIDA FAZIONI SOUSA

domingo, 16 de janeiro de 2011

sábado, 15 de janeiro de 2011

Helday!!!

"Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens." I Co 15. 19.
Helday de doze anos, o filho do colega Pastor Márcio Ramos, pastor da Igreja em Vila Virgínia, foi uma das vítimas do deslizamento de terra em Nova Friburgo. Nossa dor é muito grande. Porém nossa fé vai além da dor. Creio no Céu, creio na Vida Eterna. Sei que o Pr. Márcio, a Cíntia e familiares também. O problema é que não queremos nos despedir dos nossos queridos. Queremos eles por perto de nós. Não aceitamos a despedida chamada morte. Mas essa despedida sempre chega. De um jeito ou de outro, mais cedo ou mais tarde. Ou são filhos que se despedem dos pais ou pais que se despedem dos filhos, irmãos de irmãos, enfim, nos despedimos com a morte de pessoas queridas, familiares e amigos. É uma sucessiva série de despedidas, ora mais distante, ora mais amíude. Detestamos a morte, porque ela nos separa de quem amamos, porém, inevitável ela é. Registro aqui a minha grande dor. Meus sentimentos, Pastor Márcio, Cíntia, irmãzinha, familiares todos... Meu coração chora e geme com vocês. Mas quero nesta hora trazer à memória o que nos dá esperança. É a vida eterna. O Helday está desfrutando dela mais cedo que nós. Ele teve a honra, o privilégio de chegar no lugar que Jesus preparou para nós, primeiro que nós. O HELDAY É FELIZ!!!

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Haiti: uma ano depois do terremoto!

“E o Deus da esperança vos encha de todo o gozo e paz no vosso crer, para que sejais ricos de esperança no poder do Espírito de Deus”. Romanos 15:13

Sobrevivência: a comemoração possível no aniversário de um ano do tragédia. Foto: AFP

No ano passado, aconteceu o terremoto no Haiti, senti e chorei muito. Mas, uma frase, dita por um homem sobrevivente, que anotei imediatamente depois que vi na televisão, me consolou. Ele disse literalmente: "Estamos sem nada, mas estamos felizes por estarmos vivos." Felizes estavam por estarem vivos, as perdas não significavam nada para ele diante do grande evento chamado vida. Sei que foi a ação do Espírito Santo na vida daquele homem e de todas as pessoas que conseguiram viver apesar da tragédia. Só o Espírito Santo pode nos capacitar à vida em meio à destruição. Hoje, um ano após, lembramo-nos que "o sismo do Haiti de 2010 foi um terremoto catastrófico que teve seu epicentro na parte oriental da península de Tiburon, a cerca de 25 km da capital haitiana, Porto Príncipe, e foi registrado às 16h53m10s do horário local (21h53m10s UTC), na terça-feira, 12 de janeiro de 2010. O abalo alcançou a magnitude 7,0 Mw e ocorreu a uma profundidade de 13 km (8,1 mi). O Serviço Geológico dos Estados Unidos registrou uma série de pelo menos 33 réplicas sismológicas, 14 das quais eram de de magnitude 5,0Mw a 5,9Mw. O Comitê Internacional da Cruz Vermelha estima que cerca de três milhões de pessoas foram afetadas pelo sismo; o Ministro do Interior do Haiti, Paul Antoine Bien-Aimé, antecipou em 15 de janeiro que o desastre teria tido como consequência a morte de 100 000 a 200 000 pessoas. ... Um repórter da agência de notícia Reuters disse: ... há dezenas de mortos e feridos sob os escombros e ruas estão inacessíveis por causa da destruição, complementando: "Tudo tremia, gente gritava, casas desabavam… Está um caos total". ... Prédios desmoronaram, entre eles o Palácio Nacional, a sede das Forças de Paz da Organização das Nações Unidas no Haiti e um hospital em Pétionville, no subúrbio de Porto Príncipe. Os meios de comunicação foram seriamente afetados. De acordo com o porta-voz do Departamento de Estado dos Estados Unidos, Charles Luoma-Overstreet, os serviços de telefonia deixaram de funcionar.  ... Há relatos de 21 brasileiros mortos na catástrofe, tendo sido confirmadas as mortes de 18 militares, integrantes da Missão de Paz da ONU no Haiti (Minustah), de Zilda Arns, médica sanitarista e pediatra, fundadora e coordenadora internacional da Pastoral da Criança, além do diplomata brasileiro Luiz Carlos da Costa segunda maior autoridade civil da ONU no Haiti." (http://pt.wikipedia.org/wiki/Sismo_do_Haiti_de_2010). Muitas conjecturas podemos fazer a partir da análise do fato, inclusive teológicas, porém, não é a que se propõe esta fala e este blog. Manifesto a minha solidariedade aos familiares dos  que morreram, sinto, lamento, muito. Que as doces consolações do Espírito Santo os pacifiquem. Levanto um tributo aos que vivem, aos que sobreviveram e foram capazes de manter a esperança, a fé e o amor. Oro pelo Haiti, por todos os haitianos. Que o Senhor levante a sua Igreja ali, em poder e graça para abençoar aquela nação. DEUS SALVE O HAITI!!! TODO MAL PERCA O PODER NO HAITI!!! O HAITI É DO SENHOR JESUS!!!

Revelation Song (with lyrics)

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

O intercessor!!!


O que são estas marcas profundas no chão? O intercessor já esteve aqui…
E estas águas que formam um fio de rio que rega esta terra?
São as lágrimas vivas que descem do rosto do intercessor que semeia,
incansável, na Terra das causas perdidas,
na Terra quebrada e sem vida;
No vale da sombra da morte, no vale dos ossos sequíssimos…
E, por que o lugar está cheio de vida, sonho e esperança?
É que o intercessor não respira,
não pensa, não sente, não crê e não vive da mesma maneira
que aqueles que param no meio da estrada,
ou desistem já quase no fim!
A oração e o clamor movem o íntimo do intercessor –
ele é mesmo assim!
O intercessor é ligado na voltagem da eternidade:
Só pára pra ouvir o Senhor,
Só pára pra ouvi-LO e adorá-LO
Só pára pra se abastecer de unção, de amor, de compaixão.
Não pára, mesmo ao ver a vitória,
Não pára, mesmo ao ver o milagre,
Não pára, mesmo estando cansado,
E, se a sua angústia ou luta é grande… não pára.
Parece ingrato e injusto o fato de que os olhos da Terra,
quase todos, não vêem a ação poderosa
que advém do clamor de um intercessor.
Muitos não sabem que esta coluna
é a espinha dorsal deste Corpo.
Mas quem disse que ele se importa?
Quem disse que a fama o atrai?
Quem disse que ele busca conforto e poder?
Descansa nos braços do Pai…
Poder DE DEUS o atrai…
Ele vive para Deus, e isso basta.
O intercessor tem a unção de profeta,
a unção de guerreiro, a unção de adorador, a unção de sacerdote:
Deus toma sua boca emprestada…
conta pra ele os Seus segredos;
sua força e coragem sustentam seus braços
como o valente no meio da guerra;
o seu coração se desmancha de amor e paixão
pelo Amado Senhor,
e do Céu ele traz a palavra que cura e apascenta –
e assim acontece.
Glória a Deus pela vida do intercessor!
Glória a Deus por gente como vocês!
Olhar pra vocês nos dá força.
A gente fica mais inspirado…
O próprio Senhor é quem cobre vocês, e guarda vocês, e alegra vocês,
e traz paz e desata os céus, e abre sobre vocês
os tesouros escondidos.
É isso mesmo:
quem cuida do intercessor
é O Intercessor em pessoa!

Ludmila Ferber

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Pamonha com café!!!



Há pouco tempo mudei de uma casa no centro da cidade para uma casa no bairro, na Vila Glória. A casa faz jus ao nome do bairro. A princípio me senti estranha, porém, depois fui me acostumando e curtindo a casa nova. Há na casa e no bairro um gosto de cidade do interior. Agora há pouco passou um senhor vendendo pamonhas. O que mais gostei é que ele tinha pamonhas doces e salgadas. Gosto de ambas, muito, porém a salgada engorda menos, por isso a prefiro sempre. Comprei as pamonhas e fui fazer um café. Meu café não chega perto do café que meu irmão Jairo faz, ele é um excelente cozinheiro. Estou a fazer o café, a água está a ferver. Depois de pronto, darei uma pausa e vou saboreá-lo juntamente com uma pamonha salgada. Estou escutando agora uma senhora vendendo sorvetes. Sorvete não comprarei, engorda, muuuuuito.

domingo, 9 de janeiro de 2011

Caso perdido!?

“Há, acaso, coisa demasiadamente difícil para o Senhor?” Gênesis 18:14


“Eles eram um caso perdido...” Será??? O que ou quem é um caso perdido? Por quê eu julgo que algo ou alguém não terá uma razão de ser, para ser? Penso que por mais perdido que possa parecer uma causa ou pessoa sempre vale a pena tentar, dar uma nova chance. O problema é que queremos resultado muito rápido, não aprendemos a investir a longo prazo, não aprendemos a valorizar as pequenas coisas, esperamos sempre algo maior do que a pessoa ou coisa pode nos retornar. Que pena, que muitos casos bons se tornaram em casos perdidos, por falta de investimento, tolerância!!! Que bom que muitas coisas e pessoas consideradas perdidas foram 'achadas'!!! O Eterno é especialista em “casos perdidos.”

sábado, 8 de janeiro de 2011

Amigo!!!

"Em todo tempo ama o Amigo; e na angústia nasce o irmão!" Pv 17.17


Amigo!
Difícil querer definir amigo.
Amigo é quem te dá um pedacinho do chão, quando é de terra firme que você precisa, ou um pedacinho do céu, se é o sonho que te faz falta.
Amigo é mais que ombro amigo, é mão estendida, mente aberta, coração pulsante, costas largas.
É quem tentou e fez, e não tem o egoísmo de não querer compartilhar o que aprendeu.
É aquele que cede e não espera retorno, porque sabe que o ato de compartilhar um instante qualquer contigo já o realimenta, satisfaz.
É quem já sentiu ou um dia vai sentir o mesmo que você.
É a compreensão para o seu cansaço e a insatisfação para a sua reticência.
É aquele que entende seu desejo de voar, de sumir devagar, a angústia pela compreensão dos acontecimentos, a sede pelo "por vir".
É ao mesmo tempo espelho que te reflete, e óleo derramado sobre suas
águas agitadas. É quem fica enfurecido por enxergar seu erro, querer tanto o seu bem e saber que a perfeição é utopia.
É o sol que seca suas lágrimas, é a polpa que adocica ainda mais seu sorriso.
... amigo é aquele que acompanha suas vitórias, faz piada amenizando problemas. É quem tem medo, dor, náusea, cólica, gozo, igualzinho a você.
É quem sabe que viver é ter história pra contar.
É quem sorri pra você sem motivo aparente, é quem sofre com seu sofrimento, é o padrinho filosófico dos seus filhos.
É o achar daquilo que você nem sabia que buscava. Amigo é aquele que te lê em cartas esperadas ou não, pequenos bilhetes em sala de aula, mensagens eletrônicas emocionadas.
É aquele que te ouve ao telefone mesmo quando a ligação é caótica, com o mesmo prazer e atenção que teria se tivesse olhando em seus olhos.
Amigo é multimídia. Olhos... amigo é quem fala e ouve com o olhar, o seu e o dele em sintonia telepática.
É aquele que percebe em seus olhos seus desejos, seus disfarces, alegria, medo.
É aquele que aguarda pacientemente e se entusiasma quando vê surgir aquele tão esperado brilho no seu olhar, e é quem tem uma palavra sob medida quando estes mesmos olhos estão amplificando tristeza interior.
É lua nova, é a estrela mais brilhante, é luz que se renova a cada instante, com múltiplas e inesperadas cores que cabem todas na sua íris.
Amigo é aquele que te diz "eu te amo" sem qualquer medo de má interpretação : amigo é quem te ama "e ponto".
É verdade e razão, sonho e sentimento. Amigo é pra sempre, mesmo que o sempre não exista.

Um Ensaio, por Marcelo Batalha, 20/10/96.

Louvo a Deus por meus amigos.
Ah! Amigos, se não fossem vocês em minha vida!!! Obrigada por existirem!!!

Obs.: Não conheço o autor, porém concordo com o que ele diz. Que ele me desculpe, pois tirei pequena coisita que não caberia em minha fala pessoal e nem no meu blog, porém o resto combina comigo e com o blog perfeitamente.

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Um novo dia!!!

“Este é o dia que o Senhor fez. Alegremo-nos e regozijemo-nos nele.” Salmo 118:24


Ao acordarmos nesta manhã nos levantamos para um um novo dia. Um tempo ainda não vivido por nós, que merece todo o nosso carinho e cuidado. Este dia é um dia muito especial, não é para ser descuidado, é para ser tratado com zelo. As horas dele nunca mais se repetirão, por isso não podem em hipótese alguma serem desperdiçadas, desconsideradas, deixadas de lado. Oro por nós. Que o Senhor faça sua luz brilhar nas nossas vidas hoje, que a sua presença nos ajude a caminhar, que tenhamos sabedoria para viver cada segundo deste maravilhoso dia. Bom Dia!!!

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Tudo com amor!!!

“Tudo quanto fizerdes, por palavra ou por obra, fazei-o em nome do Senhor Jesus...” Cl 3. 17

Nada que eu faça vale realmente a pena se não for feito com amor e boa vontade. A vida, é uma correria louca. Realizamos muitas coisas por obrigação, por não ter como não fazer. Mas tudo que fazemos por obrigação não dá-nos prazer, ao contrário, normalmente irrita-nos. Uma vez uma senhora muito sábia disse: “não gosto de passar roupas, mas tenho que passar, então prefiro gostar de passar.” Quer dizer, decidiu gostar de passar roupa, já que esta era uma obrigação que lhe pesava como dona de casa. A Bíblia nos dá algumas dicas para melhorarmos a situação, diz: “Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque no além, para onde tu vais, não há obra, nem projetos, nem conhecimento, nem sabedoria alguma” (Ecles. 9:10). Ora, devemos saber que haverá um dia que não faremos mais nada, estaremos mortos, então vamos usar toda a nossa força para fazermos o melhor, da melhor maneira possível, pois se estamos fazendo é porque estamos vivos, é bom que seja assim, trabalho e vida andam juntos. Ainda o apóstolo Paulo nos ensina: “Tudo quanto fizerdes, por palavra ou por obra, fazei-o em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai” (Colossenses 3,17). A vida ganha um novo sabor quando amamos o que fazemos. Vamos aprender a amar todo o nosso trabalho, para fazer tudo alegremente, festejando e não maldizendo.

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Voe alto, sempre!!!


A minha amiga Nilza me mandou este vídeo. Obrigada Nilza. Este vídeo reflete você. Quero fazer isso em 2011 e em toda a minha vida. Peço que o Eterno me ajude.

domingo, 2 de janeiro de 2011

FELIZ 2011!!!!

Que nesse ano possamos sonhar,
E acreditar, de coração, que podemos realizar cada um de nossos sonhos,
Que esses sonhos possam ser compartilhados pelo bem,
E que eles tenham força de transformar velhos inimigos em novos amigos verdadeiros,
Que nesse ano possamos abraçar,
E repartir calor e carinho,
Que isso não seja um ato de um momento,
Mas a história de uma vida.
...
Que tenhamos tempo para sentir toda a beleza da vida,
E que saibamos senti-la em cada coisa simples,
Que nesse ano possamos sorrir,
E contagiar a todos com uma alegria verdadeira,
Que não sejam necessárias grandes justificativas para nosso sorriso,
Apenas a brisa do viver,
Que nesse ano possamos cantar,
E dizer coisas da vida,
Que não sejam apenas músicas e letras,
Mas que sejam canções e sentimentos,
Que nesse ano possamos agradecer,
E expressar a Deus e a todos: “Muito Obrigado!”,
Que nesse “todos” não sejam incluídos apenas os amigos,
Mas também aqueles que, nos colocando dificuldades, nos deram oportunidades de sermos melhores.
E assim começamos mais um Ano Novo,
Um dia que nasce, um primeiro passo, um longo caminho,
Um desafio, uma oportunidade e um pensamento:
Que nesse ano sejamos, Todos, Muito Felizes!”

Autor: Desconhecido

Obs. Faço minhas as palavras acima, do escritor ou escritora que desconheço. Tirei alguma coisa que não cabia na minha fala no momento e espaço.

A todos o meu amor e carinho, para sempre!!!