sábado, 7 de julho de 2012

Quem é você, posso saber?

"E ele me disse: Quem és tu?" 2 Samuel 1.8.


As pessoas que conhecemos são o resultado de experiências. Verdades e mentiras as compõem. Somos o que somos, eles são o que são. Em nossa ânsia por amor, buscamos outro. A nossa penúria, geme, chora, anseia por outrem. Alguém disse que não devemos buscar no outro aquilo que gostaríamos, que deveríamos ser inteiros, não precisar de ninguém. Será possível isso? Ser inteiro, solitário, sem de ninguém precisar? Não sei a resposta, estou procurando. AJUDA SENHOR!!!

Se eu casasse com a filha da minha lavadeira talvez fosse feliz.” Fernando Pessoa.

Foto: Pesquisa Google.

2 comentários:

  1. Há algum tempo que não visitava o seu blog, hoje encontrei-o e demorei algum tempo a ver o que escreveu, fiquei maravilhado pois pode ver como está se preocupando com o próximo. Continue a proclamar o bom nome de Jesus e a edificar exortar e consolar os corações daqueles que precisam de Jesus. Sou feliz porque sei que nos iremos encontrar um dia, e receber o galardão dos nossos feitos.

    ResponderEliminar